Bombeiros de todo o país partem para greve nos dias 18 e 19 deste mês

08 de janeiro de 2021

A+ A-

Presidente do Serviço Nacional de Proteção Civil entende a pretensão dos bombeiros municipais que reivindicam uma equiparação salarial em todos os concelhos.


Para Renaldo Rodrigues a questão está fora da alçada da proteção civil e mesmo o Ministério da Administração Interna que regulamentar o sector.

O pré-aviso já foi entregue pelo presidente sindicato da indústria geral, alimentação, construção civil e agricultura, SIACSA.

Um dos pomos da discórdia, como sublinha Gilberto Lima, é a discrepância salarial auferida pelos soldados da paz nos diversos concelhos.

Um documento que já se encontra na posse de todas as Câmaras e do qual, recorda Gilberto Lima, constam outros aspetos que não fazem parte do novo regulamento dos bombeiros municipais.

Além da melhoria salarial, os bombeiros municipais exigem ainda subsídio de vida e melhores equipamentos de trabalho, designadamente viaturas.

Até ao início ao dia 18, o presidente do SIACSA diz-se disponível para se sentar à mesa de negociações e evitar a paralisação.


Carlos Moniz/RCV
Disponibilizado online/Multimédia

Peça na íntegra, pelo jornalista Carlos Moniz - RCV


Artigos Relacionados