Cem pessoas morrem por ano em Cabo Verde devido ao tabaco

31 de maio de 2022

A+ A-

Cerca de 100 pessoas morrem todos os anos em Cabo Verde devido ao consumo do tabaco. A informação foi adianta hoje (31) pelo Administrador Executivo do Instituto Nacional de Saúde Pública, Júlio Rodrigues, durante o ato central para assinalar o Dia Mundial sem Tabaco.

Segundo o INSP, 10 a 12% da população têm hábitos de consumo de tabaco e o mais preocupante é a iniciação muito precoce, que se estipula nos 8 anos de idade.

O representante da Organização Mundial da Saúde, Daniel Kertesz, para quem o Dia Mundial sem Tabaco deveria ser todos os dias, lembrou os impactos devastadores do tabagismo que causa morte de mais de 8 milhões de pessoas por ano, no mundo.

Kertesz que chamou atenção para o facto do uso do tabaco provocar danos ao ambiente, além de matar pessoas, parabenizou Cabo Verde por ter assinado em 2005 a convenção quadro para o controlo do tabaco. Ainda, recentemente o Parlamento aprovou uma Lei que define o regime geral de prevenção e controlo do tabagismo.

Devido a um projecto dentro dessa convenção, Cabo Verde, está preparado para dar uma resposta integrada no combate ao tabagismo, conforme a Secretária Executiva da Comissão de Coordenação do Álcool e Outras Drogas, Fernanda Marques.

Um dos objectivos do Dia Mundial sem Tabaco é encorajar as pessoas em todo o mundo a deixarem de usar produtos do tabaco durante 24 horas. O tabaco mata uma pessoa a cada segundo no mundo.

 

RTC Online, com RCV

Artigos Relacionados

Programação

Mais Acedidos

Últimos Vídeos

Últimos Áudios